2008

A Organização Panamericana de Saúde (OPAS) , com o apoio da International League Against Epilepsy (ILAE) e do International Bureau for Epilepsy (IBE), apresenta o Relatório sobre a Epilepsia na América Latina.

Os países da América Latina aprovam a Agenda de Saúde para as Américas (2008–2017).

O 48º Conselho Diretor da OPAS aprova o Plano Estratégico (2008–2012). No documento, a seção Objetivo Estratégico 3 concentra ações focadas nas doenças crônicas não transmissíveis.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) lança um Programa de Ação para superar as lacunas em saúde mental (mhGAP, na sigla em inglês), reconhecendo a epilepsia como um dos oito transtornos prioritários.